em 25/03/2017 - 13:21

Depressão em crianças e um conselho poderoso

Depressão infantil pode afetar até 8% das crianças e adolescentes e traz desafios para a sua detecção. Saiba mais





Você já reparou que cada vez mais pessoas parecem estar deprimidas? Esse problema mental é real e pode de fato afetar a vida das pessoas que sofrem com isso, e até mesmo afetar os amigos e familiares que  adorariam ajudar, mas simplesmente não sabem como. Porém, quando a depressão atinge crianças, torna-se uma preocupação delicada.

A seguinte entrevista com J. Marshall Lamm, Director Clínico do LifeWorks Counseling pode ajudar os pais a entender melhor a depressão. Ele é especialista no tratamento de questões de saúde mental e compartilha informações valiosas e conselhos poderosos que podem ser aplicado pelos pais a partir de HOJE!

 

1. O que é depressão? A depressão é um conjunto de sintomas que varia de humor triste até pensamentos e planos suicidas. Você não precisa ter todos os sintomas da depressão, para você ter um problema de depressão na sua vida.

 

2. Você tem uma explicação para a depressão em crianças? A depressão é muitas vezes manifestada pela raiva em crianças. (A raiva vem com o sentimento de estar magoado, provavelmente de coisas que não foram bem comunicadas.)

 

3. Quais são os sinais? Como diagnosticá-la? Um grande aspecto da depressão é o chamamos anedonia. Isso significa que você não reconhece o prazer em atividades que antes eram prazerosas. Você também terá uma perturbação em seu sono, dormindo mais ou menos do que o habitual.

Os sintomas mais importante para mim como um médico incluem pensamentos de inutilidade, ver que o futuro é impossível, e pensamentos autocríticos.

 

4. Existe algo que desencadeia a depressão? Não existe realmente algo que aconteça para desencadear a depressão, mas é a interpretação do indivíduo do que acontece. Quando as pessoas ficam em padrões negativos ao interpretar a realidade, é totalmente comum que a depressão se estabeleça. Certas doenças físicas podem mimetizar alguns dos sintomas da depressão, por isso é importante ir ao seu médico para descartar essas questões.

 

Depressão em crianças

 

5. Os pais podem fazer alguma coisa em casa para ajudar as crianças com a saúde mental? Existe alguma maneira de evitar a depressão? Uma das maiores dádivas que os pais podem dar aos filhos é um ambiente doméstico altamente estruturado com regras e consequências claramente definidas. Esta estrutura incluí também que os pais e as mães possam dar muito afeto às crianças. Isso por si só, alivia bastante as questões das crianças com experiências de depressão. Eu não gosto de focar em evitar a depressão, porque isso cria resistência quando qualquer tipo de experiência deprimente está presente.

Um dos meus mantras favoritos é que a causa de todo o sofrimento humano em geral vem de não aceitar as coisas exatamente como elas são. Então o que me interessa é aceitar a realidade de uma experiência depressiva e, em seguida, descobrir o que fazer em relação a isso. Se nós olharmos para isso como algo a ser evitado, então nossa resposta típica será inútil quando isso de fato acontecer.

 

6. A depressão é mais comum em crianças mais velhas, isso significa que à medida que elas envelhecem as coisas ficam piores? À medida que elas envelhecem, a vida certamente fica mais complexa. Isto é, a profundidade e amplitude das situações que enfrentam e as muitas e variadas formas de experiências, apresentam inúmeras e constantes oportunidades para que as crianças interpretem o mundo em que vivem.

 

7. Que conselho você daria aos pais? Parece ser da natureza humana interpretar as coisas de uma maneira negativa, o que leva à depressão. As crianças precisam ser ensinadas a interpretar a realidade com precisão. E se elas vierem a cometer um erro na sua interpretação, então que esse erro seja para o lado de positividade.

 




Deixe seu comentário


Veja Também

Mais Lidas
Enquete
 Documento sem título


(66) 9604-6757
contato@conexaosorriso.com.br